Ataque

Funcionária da embaixada portuguesa no Irão atingida a tiro

Funcionária da embaixada portuguesa no Irão atingida a tiro

Uma funcionária da embaixada portuguesa em Teerão, no Irão, foi vítima de uma tentativa de assassinato na terça-feira. A mulher de origem iraniana foi hospitalizada depois de ter sido baleada.

Segundo avança a agência iraniana IRNA, o incidente aconteceu perto da missão diplomática portuguesa. "A funcionária, de origem iraniana, foi hospitalizada e está a ser acompanhada", disse fonte policial àquela agência.

As autoridades afirmam que o ataque foi motivado por questões pessoais.

"Confirmo, infelizmente, que ontem (terça-feira) ainda à luz do dia, portanto à tarde, ocorreu esse incidente", declarou à Lusa o ministro dos negócios estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Segundo Santos Silva, a polícia local já tomou conta da ocorrência e está a investigar o caso.

"A embaixada aguarda as informações da polícia e a conclusão das investigações", sublinhou ainda o ministro.

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Irão, Bahram Qasemi, já havia confirmado à agência de notícias iraniana IRNA que o ataque ocorreu ao norte de Teerão e que, segundo as investigações preliminares e o relatório policial, a vítima era membro da equipa da missão diplomática portuguesa em Teerão.

A vítima, de meia-idade, foi transferida para um hospital após o ataque.