Luxemburgo

Ministra da Saúde luxemburguesa garante que o vírus no país não é um problema lusófono

Ministra da Saúde luxemburguesa garante que o vírus no país não é um problema lusófono

O Embaixador de Portugal no Luxemburgo, António Gamito, a ministra da Saúde luxemburguesa, Paulette Lenert, e o embaixador de Cabo Verde no Grão-Ducado, Carlos Semedo, deram esta segunda-feira uma conferência de imprensa no Ministério da Saúde, direcionada para os lusófonos, na qual pediram aos membros da comunidade residente no país para continuarem a cumprir as medidas preconizadas no combate ao coronavírus.

As autoridades luxemburguesas atribuem os últimos focos detetados um pouco por todo o país, à realização de festas e de convívios no período do desconfinamento, que não respeitam as normas de saúde, nomeadamente a necessidade de manter o distanciamento social.

Na primeira intervenção, a ministra Paulette Lenert lembrou: "É fundamental continuarmos a mostrar grande solidariedade e rigor, todos, na luta contra a pandemia. O vírus ataca essencialmente os mais velhos e frágeis, mas ninguém está ao abrigo de uma possível infeção. Não podemos facilitar neste momento chave da pandemia", vincou. "Todo o cuidado é pouco nesta fase. Sabemos algumas coisas sobre o vírus, mas não sabemos tudo, muito menos o que se vai passar no futuro. Por isso, devemos continuar vigilantes", recorda a ministra da Saúde luxemburguesa.

Leia mais em Contacto

Outras Notícias