JN Comunidades

Covid-19 muda hábitos de férias das comunidades lusófonas em França

Covid-19 muda hábitos de férias das comunidades lusófonas em França

As comunidades brasileira e cabo-verdiana em França, que costumam passar o verão nos países de origem, estão "frustradas" por não poderem viajar e por serem obrigadas a mudar os planos para as férias de verão deste ano.

"Existe um alívio de não estar lá, devido à maneira como tudo está a ser administrado no Brasil. Conheço pessoas que deveriam ir, não puderam e ficaram frustradas, mas, ao mesmo tempo, aliviadas de não estarem bloqueadas lá nesta situação", afirma Raoni Vasconcellos, professor e dirigente da associação Alterbrasilis, com sede em Paris.

O Brasil é um dos 16 países que fazem parte da lista escarlate da França, de onde só estão autorizadas a voltar pessoas com nacionalidade francesa ou residência permanente comprovada no país, com obrigação de teste negativo à chegada. Caso o teste feito já em solo francês seja positivo, a pessoa terá de fazer quarentena.

Leia mais em LusoJornal

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG