Luxemburgo

Relato da "aflição" de uma mãe que tem a filha doente com coronavírus noutro país

Relato da "aflição" de uma mãe que tem a filha doente com coronavírus noutro país

A residir no Luxemburgo, Ana conta como está a ser "tão difícil estar longe" de Isabel, de 24 anos, emigrada em Inglaterra, que se encontra em isolamento e com sintomas indicativos de infeção pela Covid-19.

Ana vive no Luxemburgo, mas tem a filha mais velha, de 24 anos, a residir em Bristol, Inglaterra. Agora a distância tornou-se mais complicada de gerir para esta mãe portuguesa, e um motivo "de grande sofrimento" pois a filha Isabel "está doente há quase três semanas" e "por todos os sintomas" estará infetada com o novo coronavírus. "As autoridades de saúde têm a minha filha registada como doente e em isolamento em casa, mas não lhe fazem o teste de despistagem. Em Inglaterra, o teste só é feito a quem chega às urgências com falta de ar e com os outros sintomas", conta Ana, "preocupadíssima" com a filha e "revoltada" com o sistema de saúde britânico.

Leia mais em Contacto

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG