O Jogo ao Vivo

Emigrantes

Setor dos transportes sofre com a falta de emigrantes

Setor dos transportes sofre com a falta de emigrantes

Pequenas e médias empresas do setor dos transportes em autocarro, cujos clientes são sobretudo emigrantes, afirmam estar a passar por um período de "grande prejuízo financeiro" causado pela diminuição do número de viagens provocado pela covid-19.

"Nos anos anteriores, nos meses de julho e agosto, andavam sempre três ou quatro autocarros na estrada. Transportávamos cerca de 200 pessoas por semana. Nesta fase, não chegamos a transportar 25% dos passageiros", afirma Michel Ferreira, gerente do Grupo Calvário Samar, sediado em Lamego.

Com mais de 30 anos de experiência no setor dos transportes de passageiros e mercadorias Portugal/Suíça, e uma frota de 15 veículos, o empresário alega nunca ter passado por uma crise idêntica. "Antes desta crise tinha 13 funcionários, hoje só tenho sete. Vi-me obrigado a despedir", justifica o empresário de Trás-os-Montes, salientando que se a situação se mantiver, terá de "despedir mais alguns".

Leia mais Bom Dia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG