Ensino

Sindicato denuncia "pandemónio" no ensino de português no estrangeiro

Sindicato denuncia "pandemónio" no ensino de português no estrangeiro

O Sindicato dos Professores nas Comunidades Lusíadas (SPCL) adianta, em comunicado, que o ensino de português no estrangeiro "está a ressentir-se devido à pandemia provocada pelo vírus Covid-19, que impossibilita as aulas presenciais".

O SPCL denunciou, esta terça-feira, que a pandemia de Covid-19 está a gerar o "pandemónio" no ensino de português no estrangeiro. "Os 277 professores que ainda exercem no espaço europeu estão a ter pouquíssimo apoio para poderem continuar as suas atividades letivas à distância, visto que a ação das coordenações de ensino tem sido, até agora, extremamente fraca", explicam.

Leia mais em Contacto

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG