EUA

Joe Biden diz que se podem "salvar vidas" com o controlo de armas

Joe Biden diz que se podem "salvar vidas" com o controlo de armas

O Presidente norte-americano pediu esta terça-feira ao Congresso que aprove sem demora medidas para reforçar o controlo de armas nos Estados Unidos, incluindo a proibição de espingardas de assalto, após um novo tiroteio naquele país.

"Podemos salvar vidas" com o controlo de armas, afirmou Joe Biden numa declaração feita a partir da Casa Branca, em Washington, sobre o tiroteio ocorrido na segunda-feira num supermercado na cidade de Boulder, no estado do Colorado, que fez 10 mortos, incluindo um agente da policia.

"Não é preciso esperar mais um minuto, muito menos uma hora, para tomar medidas de bom senso que irão salvar vidas no futuro e para exortar os meus colegas na Câmara [dos Representantes] e no Senado [as duas câmaras que compõem o Congresso norte-americano] a agirem", acrescentou o governante.

Na mesma intervenção, Joe Biden reforçou: "Devemos agir. Devemos também proibir as espingardas de assalto".

Segundo os media norte-americanos, o atirador estava equipado com uma espingarda de assalto tipo AR-15, uma arma que é frequentemente utilizada em tiroteios.

As autoridades avançaram, entretanto, e com base em documentos judiciais, que o suspeito comprou a arma seis dias antes do tiroteio.

Este tiroteio no Colorado ocorreu menos de uma semana depois de um homem ter aberto fogo e matado oito pessoas em várias casas de massagens asiáticas na área da cidade norte-americana de Atlanta, no estado da Georgia.

PUB

Este novo massacre no país veio novamente suscitar os apelos urgentes à administração norte-americana democrata e aos congressistas para agirem sobre o dossiê da proliferação e do controlo de armas de fogo nos Estados Unidos da América (EUA).

O suspeito do tiroteio no Colorado foi identificado como Ahmad Alissa, um jovem de 21 anos que ficou ferido numa perna e está hospitalizado, em situação estável, segundo a chefe da polícia de Boulder, Maris Herold.

As motivações do atirador ainda são desconhecidas, de acordo com as autoridades.

Todas as vítimas mortais foram identificadas e tinham idades compreendidas entre os 20 e os 65 anos, segundo a mesma fonte.

O agente policial morto era pai de sete filhos, segundo Maris Herold.

O Presidente Biden, que enalteceu o agente abatido no tiroteio como a "definição de um herói americano", ordenou que as bandeiras fossem colocadas a meia haste em todos os edifícios governamentais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG