EUA

Joe Biden visita memorial das vítimas do massacre no Texas

Joe Biden visita memorial das vítimas do massacre no Texas

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, visitou este domingo o memorial às vítimas do massacre de Uvalde, no estado do Texas, tendo o Departamento de Justiça afirmado que vai investigar a resposta das autoridades ao episódio.

De acordo com a agência Associated Press (AP), à porta da escola básica de Robb, em Uvalde, Joe Biden parou em frente a um memorial com 21 cruzes - uma por cada pessoa falecida - e a primeira-dama, Jill Biden, depositou um ramo de flores brancas no local.

Joe Biden assistiu depois a uma missa, estando ainda previstos encontros com os familiares das vítimas e com os serviços de emergência no aeroporto, para depois regressar a Washington, de acordo com a Casa Branca.

A visita do presidente norte-americano a Uvalde foi a segunda viagem presidencial em poucas semanas para consolar famílias, desta vez devido ao massacre de 19 estudantes e dois professores de uma escola básica.

No dia 17 de maio, Joe Biden já tinha visitado Buffalo, no estado de Nova Iorque, para se encontrar com as famílias das vítimas de um ataque racista que matou 10 pessoas negras num supermercado.

Entretanto, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos afirmou que vai reavaliar a resposta das forças de segurança ao sucedido no Texas na terça-feira.

PUB

O porta-voz do departamento Anthony Coley disse que a avaliação será feita de uma forma justa, imparcial e independente e que as conclusões serão tornadas públicas.

A avaliação está a ser conduzida a pedido do presidente da Câmara de Uvalde, segundo os responsáveis citados pela AP.

As autoridades revelaram na sexta-feira que os estudantes e os professores suplicaram por ajuda aos operadores telefónicos dos serviços de emergência, tendo o comandante da polícia local pedido a uma dúzia de agentes para esperar num corredor da escola.

A revelação causou mais dor e levantou novas questões sobre se mais vidas foram perdidas devido à inação dos agentes face ao perpetrador do ataque, que acabou por ser abatido.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ainda não se pronunciou publicamente sobre a resposta da polícia ao massacre.

O autor, residente em Uvalde, entrou no estabelecimento de ensino com um revólver e possivelmente uma espingarda e abriu fogo, de acordo com o governador do Texas, Greg Abbott.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG