O Jogo ao Vivo

Mundo

Jornalistas franceses mal comportados na Sala Oval

Jornalistas franceses mal comportados na Sala Oval

Alguns jornalistas franceses que acompanham o presidente François Hollande na visita aos Estados Unidos tiveram que ser chamados à atenção pelos serviços da Casa Branca por comportamento inadequado. Em plena Sala Oval os jornalistas mostraram-se mais preocupados em tirar fotografias a si próprios do que em acompanhar os dois chefes de Estado.

É habitual os chefes de Estado viajarem acompanhados por jornalistas que registam as reuniões e os vários encontros oficiais. O que não é normal é os jornalistas estarem mais preocupados em tirar "selfies" (autoretratos) em plena Sala Oval e chegarem ao ponto de irritar os serviços do Governo norte-americano.

Enquanto François Hollande era recebido por Barack Obama no seu gabinete na Sala Oval, alguns jornalistas franceses aproveitaram o facto de estarem num lugar invulgar para, de forma pouco discreta, se fotografarem e partilharem o resultado nas redes sociais.

Um dos casos foi Thomas Wieder, o jornalista do "Le Monde", que publicou no Twitter a sua "selfie" na Sala Oval, onde é possível ver, ao fundo, os dois presidentes. Uma outra foto mostra o mesmo jornalista no púlpito da sala de Imprensa da Casa Branca, onde o presidente Barack Obama costuma comparecer perante os jornalistas. Na mesma imagem é possível ver um funcionário norte-americano a tentar chamar a atenção do jornalista francês.

A insatisfação causada nos serviços da Casa Branca ficou bem patente num tweet de um outro jornalista francês: "Os conselheiros da Casa Branca não gostaram nada das selfies dos jornalistas franceses na Sala Oval... "Isto é uma confusão". Laurence Haim, jornalista do Canal Plus, acrescentou ainda que a "Casa Branca pediu tranquilidade à imprensa antes de entrar na Sala Oval".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG