O Jogo ao Vivo

Suécia

Jovem assassinada em centro de refugiados sueco

Jovem assassinada em centro de refugiados sueco

Uma jovem de 22 anos morreu, segunda-feira, num centro de refugiados próximo de Gotemburgo, na Suécia, na sequência de agressões com uma arma branca, alegadamente perpetradas por um residente de 15 anos.

A vítima, Alexandra Mezher, de origem libanesa, não resistiu aos golpes infringidos pelo alegado agressor e veio a morrer nas instalações do centro de refugiados de Molndal, nos arredores de Gotemburgo. O primeiro-ministro sueco, Stefan Löfven, referiu-se publicamente a este ato descrevendo-o como "uma tragédia, um crime horrível".

"Creio que há muita gente na Suécia que sente uma grande preocupação pela possibilidade de haver mais casos deste tipo, quando o país recebe tantas crianças e jovens que vêm sozinhos", disse o chefe de Estado à Rádio Sweden, após visitar o local do crime.

"Estamos obrigados a responder a muitos distúrbios em centros de refugiados, o que não acontecia há seis meses. Isso ocupa-nos muitos recursos que fazem falta noutras áreas", declarou, por sua vez, Dan Eliasson, responsável pela polícia nacional sueca.

Os incidentes em centros de refugiados têm sido frequentes, tendo havido já detenções. No caso de Alexandra Mehzer, o jovem de 15 anos, suspeito do crime, foi detido e a arma do crime apreendida.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG