Mundo

Jovem britânica morre de anorexia ao 17 anos com 25 quilos

Jovem britânica morre de anorexia ao 17 anos com 25 quilos

Uma jovem inglesa de 17 anos morreu de anorexia, pesando apenas 25 quilos, após ter vivido os últimos quatro anos da sua vida ocultando a doença dos pais. Após a sua morte, foram encontrados os diários em que ela dava conta, pormenorizadamente, do evoluir da doença.

Charlotte Seddon era uma aluna brilhante na cidade onde residia - Padiham, no Reino Unido. Morreu em dezembro último, depois de ter sofrido de anorexia desde há quatro anos.

Sempre ocultou a doença dos pais. Ao diário britânico Daily Mail, a mãe, Corinne, de 48 anos, disse que a filha recusava-se a jantar com os pais com a desculpa de que já tinha comido. Os diários de Charlotte vieram revelar que, afinal, a jovem não jantava e ia para a cama de estômago vazio.

Nos seus apontamentos, deixou o registo da forma como se sentia "presa" a tudo o que a levasse à "purga" do seu organismo. E relata a sua luta pela perda de peso, os exercícios físicos e a contagem de calorias dos alimentos que ingeria. Relata, também, o estado de depressão em que, com frequência, caía.

Desde Junho de 2011 que Charlotte estava internada numa clínica de distúrbios alimentares. Em Novembro recebeu alta e, poucos dias depois, acabou por morrer em casa. O seu coração pesava, apenas, 190 gramas, quando um coração saudável pesa cerca de 320 gramas. Os músculos à volta do coração estavam muito enfraquecidos devido à ausência de nutrientes.

Agora, os pais utilizam os seus diários para alertar outros pais para os sinais e para os riscos da anorexia ou bulimia. "Apenas soubemos dos sintomas da doença de que foi vítima a partir do que deixou escrito para lermos" referiu a mãe. "Os jovens sabem bem como esconder de nós a doença", explicou.