Londres

Jovem de 15 anos impedida de entrar em comboio por parecer mais velha

Jovem de 15 anos impedida de entrar em comboio por parecer mais velha

Uma adolescente de 15 anos, na posse de um bilhete de comboio para crianças, foi impedida de viajar depois de os funcionários da companhia de transportes não terem acreditado na idade da menor.

O caso, ocorrido na terça-feira em Euston (centro de Londres), foi denunciado no Twitter pelo pai da jovem, o empresário britânico James Timpson.

Na rede social, o pai da adolescente divulgou uma fotografia do bilhete adquirido pela filha, entretanto rasurado por funcionários da companhia de transportes "Virgin Trains", que oferece um desconto de 50% em viagens a passageiros que tenham menos de 16 anos.

"Fotografia de um bilhete onde um revisor escreveu 'não é criança' para a minha filha de 15 anos viajar para Londres. Tem 15", escreveu o internauta, identificando a empresa na publicação.

Numa outra mensagem, James Timpson questionou os métodos da "Virgin Trains": "Porque é que vocês impedem uma jovem de 15 anos (com um bilhete válido) de regressar a casa? Dizem que não tem identificação para provar a idade. São 19 horas e agora está sozinha na estação. Quando é que tiveram de provar quão novos são? São uma desgraça".

Já as mensagens tinham sido partilhadas milhares de vezes, quando foi permitido à jovem que embarcasse num comboio com destino a casa, em Chester.

Em comunicado, a "Virgin Trains" pediu desculpa pelo sucedido e recomendou os passageiros, nomeadamente as crianças cuja aparência não corresponda à idade real, a fazerem-se acompanhar de documento de identificação.

Outras Notícias