México

Jovem foi assassinada porque recusou ter relações sexuais

Jovem foi assassinada porque recusou ter relações sexuais

Uma jovem mexicana foi assassinada depois de se recusar a ter relações sexuais com um homem que conheceu através da rede social Tinder.

Francia Ruth Ibarra Ramírez e Emmanuel Delani Valdés Bocanegra, ambos de 26 anos, viviam em León, no México e conheceram-se há cerca de quatro meses através da rede social Tinder.

Os jovens já se tinham encontrado algumas vezes, no entanto a relação acabou em tragédia.

De acordo com a imprensa mexicana, a jovem desapareceu na manhã do dia 3 de dezembro, depois de sair de casa para ir ao Centro de Línguas da Universidade de Guanajuato, no México.

Os familiares e amigos participaram o desaparecimento de Francia às autoridades, que começaram a rastrear as mensagens da jovem nas redes sociais e chegaram a Emmanuel.

A polícia encontrou, durante as buscas ao apartamento do estudante de medicina, roupas e restos mortais dentro de sacos pretos. Os testes de ADN comprovaram que pertenciam à jovem desaparecida.

Segundo a comunicação social mexicana, Francia foi morta porque se recusou a ter relações sexuais com Emmanuel. Posteriormente, com o intuito de se desfazer do cadáver, o mexicano colocou o corpo da jovem num recipiente com soda cáustica e ácido clorídrico.

PUB

Emmanuel tentou fugir, mas acabou por ser preso, no dia passado dia 15 de dezembro, na Cidade do México.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG