O Jogo ao Vivo

Inglaterra

Jovem perde visão e audição por só comer "junk food"

Jovem perde visão e audição por só comer "junk food"

Um jovem de 19 anos, de Bristol, Inglaterra, sofreu uma perda irreversível da visão e audição, depois de viver com uma dieta de apenas batatas fritas, pão branco, lanches e carnes processadas. Desde pequeno que não tolerava a textura de alimentos como fruta e legumes, devido a um distúrbio de saúde.

Anonimamente, a mãe do adolescente disse aos jornais ingleses que o filho era muito exigente com a alimentação e que, quando tinha cerca de sete anos, só comia batatas fritas, salsichas, fiambre processado e pão branco.

"A primeira vez que reparamos foi quando ele voltava da escola primária com o almoço intacto", disse ela. "Eu fazia sandes e colocava uma maçã ou outra fruta e ele não comia nada. Os professores também ficaram preocupados". Como o menino foi sempre magro, os pais não tinham preocupações com o peso dele. "Quando se ouve falar em junk food pensa-se logo em obesidade, mas ele era magro".

A família só percebeu que algo estava errado quando, aos 14 anos, começou a perder a audição e logo depois a visão. Denize Atan, que acompanha o adolescente no Bristol Eye Hospital, explicou a repulsa por certos alimentos como uma aversão a certas texturas de comida. O jovem sofre de um distúrbio alimentar chamado ARFID (sigla em inglês para transtorno alimentar seletivo). Os pacientes com este problema tornam-se sensíveis ao sabor, textura, cheiro e aparência de certos tipos de alimentos, não conseguindo ingeri-los.

Denize e os seus colegas testaram os níveis de vitaminas do jovem e descobriram que ele precisava de vitamina B12, e outras vitaminas e minerais importantes. Tinha o peso certo, mas estava gravemente desnutrido.

O jovem, agora com 19 anos, concordou que o seu caso fosse contado nos "Annals of Internal Medicine", para alertar para este problema de saúde.

Apesar de atualmente continuar a comer apenas certos tipos de alimentos, supre as suas necessidades de nutrientes com suplementos, mas nada fará com que recupere a visão e audição.

A dieta pobre levou-o a sofrer de neuropatia ótica nutricional, que é tratável se diagnosticada precocemente. "Os nutrientes são extremamente importantes para a visão e audição, mas as pessoas não sabem disso", explicou a médica que o acompanha.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG