Argentina

Jovem resgata um pequeno "gato" mas descobre que é uma cria de puma

Jovem resgata um pequeno "gato" mas descobre que é uma cria de puma

Uma jovem argentina resgatou um "pequeno gato" de uma caverna no norte da Argentina. Mas após o animal se lesionar numa pata, Florencia Lobo descobriu que o seu companheiro de quatro patas era a cria de um puma fêmea.

Florencia Lobo de 18 anos estava a pescar com o seu irmão em Santa Rosa de Leales, no norte da Argentina, quando ouviu um barulho que vinha de perto de umas árvores. O som era semelhante ao som de pássaros a chilrear. Ao aproximar-se do local, percebeu que o som vinha de dentro de uma caverna: no interior, a jovem argentina viu dois gatinhos bebés perto da mãe.

A mãe, possivelmente um puma, estava desfigurada como se um outro animal a tivesse atacado. Florencia levou os dois gatos desnutridos para sua casa, cuidou deles e alimentou-os. Um dos animais não conseguiu sobreviver.

O outro tornou-se um animal de companhia muito ativo: esperava a jovem quando ela regressava a casa da escola e até dormia com ela, conta o jornal "El País" e alguma imprensa da Argentina.

Numa das suas aventuras dentro de casa, o pequeno gato lesionou-se numa pata. Já na clínica veterinária, o médico suspeitou que Tito (nome dado ao animal) não era um gato normal, mas não sabia adiantar mais pormenores. Florencia contactou a Reserva Experimental Horco Molle que confirmou à jovem que Tito não era um gato, mas sim um puma.

Perante a informação, a jovem entregou esta semana Tito à Fundação Argentina de Resgate de Animal, que tratará de devolvê-lo ao seu habitat.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG