O Jogo ao Vivo

Premium

Juan Carlos I, quando o presente condena o passado

Juan Carlos I, quando o presente condena o passado

Elefantes, amantes e corrupção são as últimas recordações que guardarão os espanhóis mais jovens do reinado de Juan Carlos I de Bourbon. E é ele mesmo quem o lamenta, em confissão a um amigo.

Desde a caçada em que partiu a anca, no Botswana, em 2012, os diversos escândalos fizeram esquecer as intervenções do agora rei emérito que ajudaram ao ressurgimento de Espanha como um país democrático. Juan Carlos viu-se obrigado a exilar-se para que o filho mantenha aquilo que tanto lhe custou segurar: a coroa.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG