Egipto

Julgamento de Mubarak arranca esta quarta-feira

Julgamento de Mubarak arranca esta quarta-feira

Hosni Mubarak, os filhos deste, Alaa e Gamal, o empresário em fuga Hussein Salem, o antigo ministro do Interior Habib el-Adli e seis adjuntos deste último deverão começar a ser julgados a partir desta quarta-feira na capital egípcia no quartel-general da Escola de Polícia em Masr el-Gedida, no norte do Cairo.

Hosni Mubarak, de 83 anos, acusado de corrupção e de assassínio, está em prisão preventiva num hospital da estação balnear de Charm el-Cheikh.

O antigo chefe de Estado arrisca a pena de morte, se ficar provado que ordenou os assassinatos dos manifestantes.

Na segunda-feira, Mubarak recebeu uma ordem do tribunal para ser transferido para os arredores do norte do Cairo, onde vai decorrer o julgamento, mas ainda não se sabe se os médicos, que afirmam que o antigo presidente está muito fraco, vão autorizar a deslocação, indica o jornal pró-governamental Al-Masry Al-Youm.

"Vamos transportar [Mubarak] num avião militar até ao local do julgamento. Não queremos que haja tensões na rua devido à não comparência de Mubarak", indicou o ministro do Interior Mansour al-Issaoui ao jornal.

A transferência de Mubarak para o Cairo para aí ser julgado faz parte das principais exigências dos contestatários que depuseram o regime.

O estado de saúde de Mubarak é raramente noticiado, e as informações sobre ele frequentemente são contraditórias.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG