O Jogo ao Vivo

Negociações

Kiev e Moscovo dão sinais de esperança num acordo

Kiev e Moscovo dão sinais de esperança num acordo

As autoridades russas e ucranianas deram, esta quarta-feira, sinais de esperança num acordo que permita pôr fim à guerra iniciada pela Rússia em 24 de fevereiro, apesar de admitirem dificuldades nas negociações.

Horas depois de o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, ter admitido que as exigências da Rússia estão a tornar-se "mais realistas", o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, admitiu que há "alguma esperança" num compromisso.

"Concentro-me nos relatórios que os nossos negociadores nos estão a dar. Dizem que as negociações não são fáceis, por razões óbvias, mas há alguma esperança de um compromisso", disse Serguei Lavrov numa entrevista à televisão russa RBC TV, citada pela agência espanhola Europa Press.

PUB

Representantes ucranianos e russos deverão retomar, esta quarta-feira, a sessão negocial que iniciaram na segunda-feira, por videoconferência, para tentar terminar a guerra desencadeada pela invasão russa da Ucrânia, em 24 de fevereiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG