Crimeia

Kiev suspende ligação ferroviária com a Crimeia

Kiev suspende ligação ferroviária com a Crimeia

A Ucrânia anunciou esta sexta-feira a suspensão da ligação ferroviária com a península da Crimeia, anexada pela Rússia em março passado, por motivos de segurança.

O operador estatal ferroviário ucraniano não especificou quais foram os problemas de segurança que originaram esta suspensão.

Esta decisão de Kiev ocorre 10 dias depois de Moscovo ter decidido interromper o serviço ferroviário russo para aquela península no Mar Negro. As autoridades russas justificaram então a decisão com a baixa procura de bilhetes.

Com a suspensão destas ligações ferroviárias, as viagens dos 2,3 milhões de residentes da região para o território continental ucraniano ficam bastante condicionadas.

Quem quiser ir ao território continental ucraniano terá de utilizar o carro ou atravessar pela zona leste da Rússia através de um serviço de ferry desatualizado.

Algumas operadoras russas estabeleceram voos regulares e 'charter' para a capital da Crimeia, Simferopol.

Estas operadoras aéreas foram alvo de sanções por parte da União Europeia (UE), medidas essas que estão a afetar, entre outros aspetos, o estabelecimento de contratos de serviços e o seguro das aeronaves.

PUB

Após a destituição do então Presidente ucraniano Viktor Ianukovich em fevereiro deste ano, forças pró-russas começaram a assumir posições estratégicas na Crimeia, território predominantemente habitado por russos.

No mês seguinte, um referendo fortemente contestado por Kiev e o Ocidente aprovou a integração da república autónoma ucraniana da Crimeia na Federação Russa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG