Mundo

Kremlin diz que Kadafi é um "cadáver vivo sem lugar no mundo civilizado"

Kremlin diz que Kadafi é um "cadáver vivo sem lugar no mundo civilizado"

As autoridades russas consideram indispensável a saída do dirigente líbio Muammar Kadhafi do palco político, declarou uma fonte do Kremlin, citada pelas agências russas.

"Partimos do princípio de que, mesmo que Kadafi consiga controlar a situação, ele é um cadáver vivo que não tem lugar no mundo moderno civilizado", declarou a fonte, sublinhando que "é inaceitável o recurso à força como arma contra o seu povo".

Segundo o Kremlin, "o Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, olhou de forma negativa para as acções das actuais autoridades da Líbia desde o início".

A mesma fonte sublinhou que a "posição inicialmente contida" de Moscovo no início dos acontecimentos na Líbia é explicada pelo "receio quanto ao destino dos cidadãos russos que se encontravam nesse país".

"Seria falta de cuidado fazer declarações duras antes da retirada dos cidadãos russos", frisou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG