Grécia

Legislativas na Grécia a 17 de junho

Legislativas na Grécia a 17 de junho

As novas eleições legislativas na Grécia realizam-se a 17 de junho, indicou a agência noticiosa grega, ANA, esta quarta-feira.

"As eleições legislativas vão realizar-se a 17 de junho com um primeiro-ministro em exercício, o presidente do Conselho de Estado Panayiotis Pikramenos", acrescentou a ANA.

A data, anunciada pela agência noticiosa grega, foi confirmada por dois dirigentes partidários, no final de um encontro de líderes de partidos com o Presidente grego, Carolos Papoulias, destinada à nomeação de um Governo interino encarregado de gerir os asssuntos correntes e preparar as eleições.

PUB

"As eleições legislativas vão realizar-se a 17 de junho", disseram Panos Kammemos, chefe do partido nacionalista Gregos Independentes, e Fotis Kouvelism, da Esquerda Democrática.

Pikramenos, de 67 anos, afirmou num contacto telefónico com a agência noticiosa francesa AFP, que pretendia formar "uma equipa de 12 ou 13 membros, mantendo alguns dos ministros cessantes e juntando magistrados".

Estas eleições, as segundas em pouco menos de dois meses, são particularmente cruciais para o país dada a subida da esquerda e dos partidos extremistas e contra as medidas de austeridade, que contestam o plano de ajuda internacional à Grécia elaborado pelos credores do país: União Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI).

No final do encontro, Kammenos e a dirigente do partido comunista KKE, Aleka Papariga, disseram aos «media» que os líderes partidários não tinham chegado a acordo sobre um primeiro-ministro interino, cabendo a Papoulias escolher um governo de gestão, como previsto na Constituição.

A lei prevê que, na ausência de acordo sobre um primeiro-ministro de consenso, o chefe de Estado deve escolher entre os presidentes do Supremo Tribunal, do Tribunal de Contas ou do Conselho de Estado para assumir a direção do executivo de gestão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG