Qassem Soleimani

Líder supremo do Irão ameaça Donald Trump através de mensagem no Twitter

Líder supremo do Irão ameaça Donald Trump através de mensagem no Twitter

Ameaças de "vingança" contra o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump foram difundidas através de uma conta associada ao líder supremo iraniano na rede social Twitter referindo-se ao assassinato do general Qassem Soleimani.

"A vingança é inevitável. O assassinato de Soleimani e aquele que ordenou a morte devem ser alvo de vingança", indica a mensagem escrita em persa e difundida através do Twitter depois da meia-noite na conta associada ao ayatollah Ali Khamenei.

Na mesma mensagem foi incluída uma fotomontagem que mostra Donald Trump a jogar golfe junto ao mar enquanto um avião sobrevoa o local.

Arquiteto da estratégia de influência regional de Teerão, o general Qassem Soleimani era chefe da Força Qods, encarregada das operações exteriores dos Guardas da Revolução do Irão.

Soleimani foi morto no dia 3 de janeiro de 2020 em Bagdade durante um ataque levado a cabo por um aparelho voador não tripulado (drone) dos Estados Unidos.

PUB

O ataque foi ordenado pelo ex-presidente Donald Trump.

O líder supremo do Irão prometeu vingar a morte de Soleimani numa mensagem durante uma cerimónia oficial no dia 1 de janeiro.

Da mesma forma, o chefe da Autoridade Judiciária do Irão, Ebrahim Raissi, declarou que os assassinos "não estão seguros em nenhum sítio da Terra".

No passado dia 9 de janeiro, o Twitter apagou uma mensagem publicada numa conta de Khamenei em que o dirigente anunciava a interdição das vacinas contra a covid-19 produzidas nos Estados Unidos e no Reino Unido considerando "falta de confiança" nos compostos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG