Energia

Lojas com ar condicionado em França obrigadas a ter as portas fechadas

Lojas com ar condicionado em França obrigadas a ter as portas fechadas

As lojas na França vão ser obrigadas a manter as portas fechadas se estiverem a utilizar o ar condicionado, bem como terão de reduzir o uso de luzes néon. Estas medidas surgem num plano que visa reduzir o consumo de energia do país em 10% nos próximos dois anos.

Estas regras, que já estão em vigor em algumas cidades do país, vão ser implementadas em toda a França, segundo a ministra de Transição Ecológica, Agnes Pannier-Runacher, que afirma que é um "absurdo" manter as portas abertas com o ar condicionado em funcionamento, o que aumenta o consumo de energia em 20%. As lojas que não cumprirem esta regra podem ser multadas até 750 euros.

Dois decretos sobre o desperdício de energia vão ser emitidos já nos próximos dias.

PUB

Como parte do plano que visa reduzir o consumo de energia da França até 10% em dois anos, a ministra de Transição Ecológica irá também emitir um decreto que proíbe a publicidade iluminada entre a 1 hora e as 6 horas, exceto em estações ferroviárias e aeroportos.

Os supermercados e outras lojas já concordaram com os decretos e vão também diminuir a intensidades das luzes para tentar reduzir o consumo de energia em excesso.

Os custos da energia na Europa dispararam desde a invasão da Rússia à Ucrânia no início do ano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG