Pandemia

Madrid quer Natal com máximo de seis pessoas e limite de tempo

Madrid quer Natal com máximo de seis pessoas e limite de tempo

O Governo espanhol pretende limitar as reuniões familiares e sociais a seis pessoas durante as Férias de Natal e um confinamento noturno a partir da uma da manhã nas noites de 24 e 31 de dezembro, véspera de Natal e véspera de Ano Novo.

O projeto de "Propostas de medidas de saúde pública para enfrentar a Covid-19 para a celebração das festas natalícias" recomenda que as reuniões familiares sejam limitadas aos membros que pertencem ao mesmo agregado familiar.

O documento vai ser apresentado pelo Governo espanhol no Conselho Interterritorial do Sistema Nacional de Saúde (SNS), onde têm assento os responsáveis do setor das comunidades autónomas espanholas, que têm autonomia em matéria de saúde.

No caso de haver uma pessoa externa, que não seja um coabitante regular, as reuniões terão um máximo de seis pessoas e devem ser garantidas medidas de prevenção, independentemente de serem ou não membros do agregado familiar.

O atual recolher obrigatório que, consoante a comunidade autónoma espanhola, pode começar entre as 22:00 e as 24:00 para terminar às 06:00 do dia seguinte, teria início às 01:00 da manhã no Dia de Natal e no Dia de Ano Novo.

É ainda recomendado que se evitem ou minimizem reuniões de âmbito social (festas de empresas, ex-alunos ou clubes desportivos, entre outras) e, no caso de se realizarem, que se limitem a um máximo de seis pessoas e de preferência no exterior (ao ar livre ou em terraços com um máximo de duas paredes).

PUB

O documento pede aos estudantes universitários que regressam a casa para as férias "que limitem as interações sociais nos dias que antecedem o seu regresso a casa e que reforcem as medidas preventivas".

Por outro lado, não devem assistir a qualquer reunião familiar ou social as pessoas que foram diagnosticadas com a covid-19 e ainda se encontram no período de transmissibilidade; que têm sintomas da doença; que estão à espera dos resultados do teste de diagnóstico; ou que podem ter estado em contacto com alguém com covid-19 nos últimos 14 dias.

Recorda-se ainda que as medidas de prevenção devem ser mantidas: usar máscara o máximo de tempo possível, lavar as mãos frequentemente, manter distância física, manter as janelas e portas abertas tanto quanto for seguro e viável, dependendo da temperatura, minimizar o número de contactos, que deve ser sempre o mesmo e "ficar em casa no caso de sintomas, diagnóstico ou contacto".

Madrid junta-se assim a outros Governos europeus que estão a planear manter algum tipo de restrições durante as férias de Natal como forma de luta contra a covid-19 e assim evitar uma nova onda de contágios.

A Espanha é um dos países mais atingidos pela pandemia de covid-19 que já provocou mais de 1,3 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 3.971 em Portugal.

Outras Notícias