Espanha

Maiorias reforçam poder na Galiza e País Basco

Maiorias reforçam poder na Galiza e País Basco

As eleições regionais disputadas, este domingo, em Espanha fortaleceram os partidos no poder, com o Partido Popular (direita) a alcançar a quarta maioria absoluta consecutiva na Galiza e o Partido Nacionalista Basco (PNV-centro-direita) a triunfar no País Basco.

O Podemos, dirigido por Pablo Iglésias, é o grande derrotado da noite eleitoral. Na Galiza foi varrido do parlamento (embora em coligação) e no País Basco elegeu apenas seis deputados.

Pablo Iglésias já reconheceu, através da plataforma social Twitter, que o Podemos "sofreu uma derrota sem paliativos" e prometeu fazer "uma profunda autocrítica e aprender com os erros".

Na Galiza, região que faz fronteira com o norte de Portugal, Alberto Núñez Feijóo conseguiu para o PP uma maioria absoluta reforçada, com 42 deputados, mais um do que há quatro anos.

O Bloco Nacionalista Galego (BNG) fez mais uma prova de vida, subindo de seis para 19 mandatos, o que permitiu ultrapassar os socialistas do PSOE, que elegeram apenas 14, abaixo das expectativas criadas pelas sondagens.

Ana Pontón, dirigente dos nacionalistas galegos, é uma das vencedoras da noite na Galiza, levando um partido em perda nas sondagens a segunda força política.

A coligação Galicia en Común-Anova Mareas (que integra a Unidas Podemos), os extremistas do Vox e o Ciudadanos ficaram de fora do parlamento galego.

No País Basco, a noite foi de vitória para o PNV, que reforçou a vantagem, elegendo 31 deputados, mas não atingiu a maioria absoluta.

'Lendakari' (presidente do Governo regional basco) desde 2012, Iñigo Urkullu vai precisar de fazer nova aliança de governo com os socialistas bascos, que conseguiram 10 mandatos.

Juntos, asseguram uma solução estável de governo, passando a dispor de maioria absoluta, o que não acontecia até aqui. O Podemos elegeu apenas seis deputados.

Os nacionalistas EH Bildu foram a surpresa da noite, com 22 mandatos.

A Galiza está situada no noroeste da Península Ibérica, a norte de Portugal e tem cerca de 2,7 milhões de habitantes e um território que corresponde a cerca de um terço do de Portugal.

No norte da Península Ibérica, o País Basco, com perto de 2,2 milhões de habitantes e um território que é quase 13 vezes mais pequeno do que o português, é outra das 17 comunidades em que a Espanha está dividida.

Esta comunidade faz parte da região historicamente denominada País Basco, que inclui outra comunidade aunoma em Espanha, Navarra, e a região adjacente em França, que os nacionalistas bascos consideram como território cultural e linguístico do povo basco.

Outras Notícias