Mundo

Mais de 1200 detidos pela onda de violência e motins em Londres

Mais de 1200 detidos pela onda de violência e motins em Londres

A noite foi mais tranquila em Inglaterra após três noites consecutivas de violência e motins em diversas cidades. Mais de 1200 pessoas foram detidas e 371 estão formalmente acusadas. O autarca de Londres pede ao governo que o contingente de 16 mil polícias continue nas ruas.

A polícia metropolitana de Londres deteve até agora 888 pessoas relacionadas com a violência, motins e pilhagens e 371 já foram formalmente acusadas.

Na região de West Midlands, onde se situa Birmingham, contabilizam-se mais de 300 detidos e, em Manchester e Salford, mais uma centena.

Após uma noite mais tranquila em Inglaterra, o primeiro-ministro David Cameron vai ao Parlamento para uma sessão extraordinária, na qual deverá anunciar novas medidas e apoio económico para quem viu as suas casas ou lojas destruídos.

O autarca da capital britânica, Boris Johnson, pediu ao governo para manter o efectivo de 16 mil polícias nas ruas para garantir a segurança.

Em Birmingham realizou-se uma vigília por três jovens mortos por atropelamento e mais de mil agentes patrulharam a cidade.

Mais de 90 mil pessoas assinaram uma petição online a exigir o corte de qualquer subsídio a quem for condenado pelos distúrbios.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG