O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Mais de 15 mil desaparecidos desde o início da guerra

Mais de 15 mil desaparecidos desde o início da guerra

A Comissão Internacional de Pessoas Desaparecidas, sediada em Haia, iniciou já a recolha de amostras de ADN em Kiev, onde abriu um gabinete em julho.

São mais de 15 mil, aqueles que desapareceram na Ucrânia desde o início da guerra, segundo a Comissão Internacional de Pessoas Desaparecidas (ICMP, na sigla em inglês), sediada em Haia, nos Países Baixos. Segundo o diretor do programa do ICMP para a Europa, Matthew Holliday, não é claro quantas pessoas foram transferidas à força, se encontram detidas na Rússia, estão vivas e separadas dos seus familiares ou foram mortas e enterradas em locais improvisados.

O processo de investigação dos desaparecidos na Ucrânia deverá estender-se ao longo de anos, mesmo após o fim do conflito, assumiu Matthew Holliday, em declarações à agência Reuters.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG