Pandemia

Mais de 150 mil pessoas receberam a vacina russa contra a covid-19

Mais de 150 mil pessoas receberam a vacina russa contra a covid-19

A Rússia já inoculou mais de 150 mil pessoas contra o novo coronavírus com a vacina de fabrico russo Sputnik-V, num processo iniciado a 5 de dezembro em Moscovo, anunciou esta quinta-feira o centro que desenvolveu o fármaco.

"Até hoje, a vacina já foi recebida por mais de 150 mil habitantes do nosso país", disse Alexandr Guintsburg, diretor do Centro Gamaleya, que desenvolveu a vacina Sputnik-V, à televisão pública.

Guintsburg assinalou que a Rússia é o país onde foram vacinadas mais pessoas.

As autoridades de saúde de Moscovo começaram a inocular os profissionais de saúde e do setor educativo, considerando que são as profissões de maior risco.

O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou o início da vacinação "em grande escala" em todo o país a partir de finais desta semana.

Guintsburg disse recentemente que a partir de janeiro o país quer produzir pelo menos seis milhões de doses por mês e que em novembro de 2021 espera ter vacinado 70% da população.

PUB

Nas últimas 24 horas a Rússia registou 27 927 casos de covid-19, mais de 10 mil dos quais em Moscovo e na segunda cidade do país, São Petersburgo.

No mesmo período o país registou 562 mortes, elevando para 45 280 o número de óbitos desde o início da pandemia, em março.

Com um total de 1 569 126 infetados, a Rússia é o quarto país com mais casos confirmados de covid-19, depois dos Estados Unidos, da Índia e do Brasil.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG