Covid-19

Mais de 343 mil mortos e 5,3 milhões de infetados em todo o mundo

Mais de 343 mil mortos e 5,3 milhões de infetados em todo o mundo

A pandemia de covid-19 já matou pelo menos 343.211 pessoas e infetou mais de 5,3 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência France Press (AFP).

De acordo com os dados recolhidos pela agência noticiosa francesa às 20 horas de Lisboa, 5.362.160 casos de infeção tinham sido oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, em dezembro, na cidade chinesa de Wuhan.

Face à contagem do dia anterior, foram contabilizadas mais 3441 óbitos e 99.827 novos casos, sendo que os países com mais óbitos nas últimas 24 horas foram o Brasil, com 965 mortes, os Estados Unidos, com 951, e o México, com 190.

Contudo, a AFP alerta que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infeções, já que um grande número de países está a testar apenas as situações que requerem cuidados hospitalares. Entre esses casos, pelo menos 2.079.300 são agora considerados curados.

Os Estados Unidos da América, que registaram a sua primeira morte derivada do novo coronavírus no início de fevereiro, são o país mais afetado, tanto em termos de mortes como de casos, com 97.430 mortes e 1.633.076 casos. Pelo menos 361.239 pessoas foram declaradas curadas até hoje pelas autoridades sanitárias norte-americanas.

Depois dos EUA, os países mais afetados são o Reino Unido, com 36.793 óbitos em 259.559 casos, a Itália, com 32.785 mortos (229.858 casos), a Espanha, com 28.752 mortes (235.772 casos) e a França, com 28.367 vítimas (182.584 casos).

Entre os países mais duramente atingidos pela pandemia, a Bélgica continua a ser o que detém a maior percentagem de óbitos sobre a sua população, com 80 mortes por cada 100 mil habitantes, seguida de Espanha (61), Itália (54), Reino Unido (54) e França (43).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou oficialmente um total de 82.974 casos (três novos diagnósticos de infeção entre sábado e domingo), incluindo 4.634 mortes e 78.261 recuperações.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG