O Jogo ao Vivo

Mundo

Mais de 50 polícias e 123 bombeiros presos no Rio de Janeiro por aderirem à greve

Mais de 50 polícias e 123 bombeiros presos no Rio de Janeiro por aderirem à greve

Mais de 50 polícias militares e 123 homens do Corpo de Bombeiros foram presos até ao momento por aderirem à greve iniciada, esta madrugada, no Rio de Janeiro.

Dos onze mandados de prisão expedidos esta manhã contra polícias líderes do movimento, nove haviam sido cumpridos até à tarde desta sexta-feira.

Outros 14 polícias militares serão processados administrativamente, enquanto sete agentes foram autuados em flagrante por crime de desobediência.

No município de Volta Redonda, localizado ao sul do estado do Rio de Janeiro, 129 polícias foram indiciados por crime administrativo, mas responderão ao inquérito em liberdade.

De acordo com a Secretaria da Defesa Civil, 123 nadadores salvadores foram indiciados por faltar ao serviço hoje. Todos serão presos administrativamente.

O Comando-geral da Corporação abriu ainda um conselho de disciplina para avaliar a conduta do cabo Benevenuto Daciolo, preso na última quarta-feira. O cabo é acusado de incitar ao início da greve no Rio de Janeiro.

Uma das reivindicações dos agentes cariocas em greve é justamente a libertação do cabo Daciolo.

PUB

Mais cedo, tanto o porta-voz da Polícia Militar como o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, minimizaram a paralisação, informando que o movimento no Rio de Janeiro estava sob controlo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG