Alerta

Mais de 60 fogos ativos na Austrália com quatro mortos e previsão de mais calor

Mais de 60 fogos ativos na Austrália com quatro mortos e previsão de mais calor

Mais de 1600 bombeiros estão a combater os 60 incêndios ativos em Nova Gales do Sul, na Austrália, que continuam sem controlo. Sexta-feira prevê-se ainda mais calor.

Pelo menos quatro pessoas já morreram nos incêndios que atingem desde sexta-feira a Austrália.

Segundo a polícia, um corpo foi encontrado perto da cidade de Kempsey, no estado de Nova Gales do Sul, na noite de quarta-feira, suspeitando-se que seja de um homem de 58 anos que morava naquela zona, numa cabana, e não era visto desde sexta-feira.

Três outras pessoas já tinham morrido devido aos incêndios no estado de Nova Gales do Sul. Mais de 150 casas arderam e milhares de pessoas já foram forçadas a fugir.

Cerca de 60 fogos continuam ativos naquele estado australiano. No combate a 27 desses incêndios estão envolvidos mais de mil bombeiros.

Na quarta-feira, com ventos fortes e temperaturas altas, as chamas chegaram aos subúrbios de Sydney, a maior cidade da Austrália, capital do estado de Nova Gales do Sul, e onde vivem mais de cinco milhões de pessoas.

Dois incêndios que ocorreram em Turramurra, a cerca de 15 quilómetros ao norte de Sydney, devastaram uma floresta de eucalipto num parque florestal e atingiram casas, mas já foram dominados.

Esta cidade ficou cercada por uma densa nuvem de fumo, enquanto casas, veículos e estradas estavam cobertos de um produto vermelho para controlar o fogo (retardante de chamas).

Milhares de bombeiros foram destacados preventivamente nos estados de Queensland e Nova Gales do Sul devido a condições meteorológicas consideradas "catastróficas" e "fora do comum". E as previsões para sexta-feira indicam subida das temperaturas.

Estes incêndios ocorrem todos os anos durante a primavera e o verão na Austrália. Este ano, a temporada de incêndios está a ser particularmente precoce e violenta, e pode ser uma das piores já vividas.