Nepal

Mais uma mulher a morrer isolada durante a menstruação

Mais uma mulher a morrer isolada durante a menstruação

Uma mulher nepalesa de 21 anos morreu sufocada numa cabana isolada sem janelas depois de ter acendido uma fogueira para se aquecer. A jovem cumpria o isolamento tradicionalmente imposto naquele país às mulheres com o período menstrual.

Parwati Bogati foi encontrada sem vida pela sogra, que foi ao local ver como estava a nora, adianta a BBC citando fonte policial.

"Suspeitamos de que tenha morrido por inalação de fumos porque fechou a porta do abrigo, que não tem janelas, e fez uma fogueira no chão durante a noite", disse à agência France-Presse, o polícia Lal Bahadur Dhami.

Ao jornal local "Kathmandu Post", Laxmi Bogati disse que a jovem estava "muito entusiasmada pelo dia seguinte", porque o período de isolamento ia terminar.

O incidente, ocorrido no distrito nepalês de Doti, acontece algumas semanas depois de uma mulher e os dois filhos morrerem num abrigo semelhante, pela mesma razão.

Embora a prática - cujo nome mais popular é Chhaupadi - tenha sido proibida nos últimos anos, as mulheres no Nepal ainda dormem em divisões isoladas da casa de família ou, em alguns casos, cabanas ao ar livre, durante seus períodos menstruais. O isolamento assenta na ideia de que o sangue menstrual é impuro e traz azar.