O Jogo ao Vivo

Mundo

Marcha em Tottenham com centenas a pedir trabalho e educação

Marcha em Tottenham com centenas a pedir trabalho e educação

"A solução não é mais polícia e cortes, mas sim trabalho e educação". É esta a solução apontada por centenas de pessoas que marcharam em Tottenham, este sábado, uma semana após o início da onda de violência em Londres.

"Dêem um futuro aos nossos filhos" lia-se na faixa que encabeçou a manifestação, atrás da qual estavam cerca de vinte crianças, seguidas de centenas de pessoas que decidiram marchar pelas ruas de Tottenham, este sábado.

Uma iniciativa que se realizou uma semana após o início da onda de violência neste bairro londrino, que alastrou a outros bairros de Londres e, posteriormente, a outras cidades britânicas.

Entre as centenas de participantes estiveram pais e filhos, jovens e idosos, estudantes e lojistas de comércio local. Percorreram a principal avenida de Tottenham e no final, foi montado um palco para quem quisesse expressar a sua opinião.

"Sabemos quem são os responsáveis disto: a violência policial e o governo. O que precisamos é de trabalho", declarou um manifestante alemão. "Os jovens têm direito ao trabalho e não conseguem arranjar", apontou uma britânica de 60 anos. "A solução não é mais polícia ou cortes, mas sim trabalho e educação", sublinhou uma jovem de 22 anos.

Os organizadores pretenderam também com esta manifestação no centro de Tottenham exigir justiça pela morte de Mark Duggan, o jovem falecido há nove dias, atingido a tiro pela polícia.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG