Crime sexual

Mata agressor da filha e aceita pena alta para ela não ter de depor

Mata agressor da filha e aceita pena alta para ela não ter de depor

Um homem que assassinou o avô materno da sua filha, condenado por abusos sexuais, no estado do Alabama, EUA, aceitou cumprir uma pena de 40 anos de prisão para livrar a jovem de testemunhar em tribunal.

"Ele fê-lo para que eu não tivesse de reviver a violação, nem estar de pé em frente a uma multidão a recordar memórias do que aconteceu", contou ao jornal local AI Julia Maynor que, entre os quatro e os nove anos, foi violada "continuamente" pelo avô adotivo.

"O meu pai estava apenas a proteger-me como um pai deve fazer. Ele é incrível, o melhor, na verdade. Ama-nos imenso", acrescentou, referindo-se a si e ao resto da família.

Jay Maynor, de 43 anos, baleou Raymond Brooks, pai adotivo da sua mulher e avô de Julia, no Alabama, em junho de 2014. Os episódios de violação sexual aconteceram não nessa altura, mas sim anos antes, quando Julia tinha entre quatro e oito anos, tendo o agressor cumprido 27 meses de uma pena de cinco anos, depois de ter sido dado como culpado.

Segundo Julia, que tem agora três filhos, o crime cometido pelo seu pai foi motivado por algo que a própria lhe disse. Terão sido essas palavras a fazer com que Jay Maynor se dirigisse a casa de Brooks com uma arma branca, com o intuito de o matar.

A vítima diz que a sentença aplicada ao seu pai foi "injusta", quando comparada com a pena cumprida pelo seu agressor.

PUB

"Ele (Brooks) levou a minha inocência e só cumpriu 27 meses. E hoje ainda sofro diariamente com o que aconteceu", disse Julia, depois de confessar que, a um determinado momento da sua infância, ela própria começou a acreditar que o que lhe estava a acontecer era "normal" e que o seu avô talvez gostasse de si "de uma maneira diferente".

Na sequência das agressões, Julia Maynor desenvolveu Stress Pós-Traumático e começou a frequentar sessões de terapia que, segundo a mesma, pouco ou nenhum efeito positivo tiveram.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG