Maiduguri

Menina de 10 anos fez-se explodir na Nigéria

Menina de 10 anos fez-se explodir na Nigéria

Uma rapariga de 10 anos fez-se explodir no sábado à noite numa tentativa de atentado que causou vários feridos, um dos quais em estado grave, em Maiduguri, no nordeste da Nigéria, segundo testemunhas.

A rapariga aproximou-se de uma multidão reunida à volta de um vendedor de comida durante a noite do Ano Novo, cerca das 21.30 (20.30 horas em Lisboa), mas fez-se explodir alguns metros antes do alvo, indicaram testemunhas.

"Ela morreu imediatamente, mas uma pessoa ficou gravemente ferida com estilhaços da explosão", disse à agência France Presse Grema Usman, um habitante do bairro.

Victor Isuku, porta-voz da polícia do estado de Borno, do qual Maiduguri é a capital, confirmou hoje o ataque, adiantando que os suicidas eram dois e uma delas foi "linchada pela multidão" antes de poder fazer-se explodir.

O atentado ainda não foi reivindicado, mas o processo é o habitualmente usado pelo grupo extremista nigeriano Boko Haram, que já recorreu muitas vezes a mulheres e raparigas para realizar ataques contra a população.

A 11 de dezembro, duas raparigas de cerca de sete anos fizeram-se explodir num mercado de Maiduguri, causando pelo menos um morto e 17 feridos.

O Boko Haram já causou mais de 20.000 mortos e 2,6 milhões de deslocados desde que iniciou uma insurreição em 2009.

Outras Notícias