História

Mergulhador descobre destroços de submarino da II Guerra

Mergulhador descobre destroços de submarino da II Guerra

Os destroços de um submarino inglês utilizado na II Guerra Mundial, que se afundou em 1942 com 71 marinheiros a bordo, foi encontrado por um mergulhador na costa da Sardenha.

O mergulhador italiano Massimo Domenico Bordone, apelidado de "o caçador de naufrágios", encontrou os restos do HMS P 311 enquanto explorava uma área a cerca de 100 metros da costa nordeste da Sardenha, perto da ilha de Tavolara.

"Pensei imediatamente no destino dos homens que encontraram a morte lá em baixo", disse o mergulhador.

"Foi um destino partilhado por muitos, submarinos em particular, em ambos os lados do conflito", acrescentou.

O HMS P 311 partiu de Malta no dia 28 de dezembro de 1942. A tripulação tinha sido enviada para atacar os navios de guerra italianos, Trieste e Gorizia, enquanto estes estavam atracados em La Maddalena, um porto na costa nordeste da Sardenha.

Mas o submarino desapareceu sem deixar rasto depois de aparentemente ter colidido com minas colocadas pela marinha italiana, de modo a proteger a ilha.

Na altura, pescadores locais relataram terem ouvido um estrondo durante a noite, mas o navio classe-T nunca foi encontrado.

O mergulhador afirmou que apenas a proa do submarino apresentava danos, acrescentando que "parece que o submarino foi ao fundo com ar no interior, fazendo com que a tripulação morresse eventualmente por privação de oxigénio".

O submarino tinha dois torpedos tripulados prontos para serem lançados debaixo de água. Os mergulhadores teriam então a tarefa de entrar nos portos inimigos e colocar minas nos navios.

Outras Notícias