Hamas

Milhares de israelitas a favor do reinício de negociações de paz

Milhares de israelitas a favor do reinício de negociações de paz

Milhares de israelitas manifestaram-se, em Telavive, a favor do reinício das negociações de paz com a Autoridade Palestiniana de Mahmud Abbas, depois da ofensiva militar israelita na Faixa de Gaza.

Esta manifestação é a mais importante de apoiantes de paz, desde o lançamento da operação israelita a 8 de julho, que causou perto de dois mil mortos palestinianos e 70 do lado israelita.

Uma trégua está presentemente em vigor, entre Israel e o movimento radical palestiniano Hamas, que controla a Faixa de Gaza, até ao final das negociações de paz no Cairo.

Um importante dispositivo de segurança foi destacado em torno da praça Yitzhak Rabin, no centro de Telavive, onde se concentraram os manifestantes para evitar confrontos com manifestantes de extrema-direita.

A manifestação foi organizada pelo Meretz, um partido da oposição de esquerda, Paz Agora, uma organização não-governamental contrária aos colonatos judaicos nos territórios palestinianos, e o partido comunista Hadash.

"O Governo de Netanyahy só enfraqueceu (a posição de) Mahmud Abbas e, desta forma, reforçou o Hamas", lamentou Nitzan Horowitz, um deputado do Meretz.

A dirigente deste partido, Zehava Galon, exigiu a demissão de Netanyahu, que "fracassou ao não conseguir garantir nem segurança, nem paz". Galon acusou ainda o primeiro-ministro de "arrastar Israel para uma guerra que podia ser evitada".

As negociações de paz entre Israel e a Autoridade Palestiniana, relançadas em julho do ano passado pelos Estados Unidos, foram suspensas em abril último.

Outras Notícias