O Jogo ao Vivo

"Força Nova"

Ministério público italiano bloqueia página da Internet de neofascistas

Ministério público italiano bloqueia página da Internet de neofascistas

O ministério público italiano bloqueou esta segunda-feira a página da Internet do partido neofascista Força Nova, cujos militantes aproveitaram uma manifestação contra o passe sanitário da covid-19 em Roma para atacar uma sede sindical e semear o caos.

A página da Internet do partido de extrema-direita foi bloqueada por instigação à delinquência, agravada pelo uso de instrumentos informáticos ou telemáticos.

O ministério público abriu uma investigação por causa dos distúrbios na manifestação do passado sábado na capital italiana, que terminaram com 12 detidos, entre os quais o líder nacional do partido Força Nova, Giuliano Castellino, e o seu responsável em Roma, Roberto Fiore.

Os militantes do Força Nova infiltraram-se entre as dez mil pessoas que se concentraram num protesto contra o passe sanitário, para semear o caos no centro da cidade, entrando em confronto com a polícia antimotim destacada para o local.

Entre outros incidentes, atacaram a sede do maior sindicato de Itália, a CGIL, lançaram petardos e bombas de fumo contra a sede do Governo e cercaram um hospital, ferindo quatro pessoas, duas das quais enfermeiras, uma delas atingida com uma garrafa na cabeça.

O Partido Democrata (PD, centro-esquerda) apresentou hoje no parlamento uma moção pedindo ao Governo a ilegalização de formações neofascistas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG