O Jogo ao Vivo

Covid-19

Ministro da Saúde e mais 11 governantes demitem-se na Índia

Ministro da Saúde e mais 11 governantes demitem-se na Índia

Doze ministros indianos demitiram-se, esta quarta-feira, incluindo o ministro da Saúde, Harsh Vardhan, muito criticado pela gestão da pandemia da covid-19 no país, anunciou o gabinete do Presidente indiano.

Estas demissões fazem parte de uma grande remodelação governamental realizada pelo primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, após um aumento devastador nos casos de covid-19 e antes de importantes eleições nos Estados indianos.

O ministro da Saúde foi particularmente criticado perante o aumento de casos do novo coronavírus em abril e maio, que colocou os serviços de saúde sob grande pressão em muitas áreas do país, pois os hospitais ficaram sem camas, oxigénio e medicamentos.

A Índia registou 43733 casos de covid-19 e 930 mortes nas últimas 24 horas, informou o Ministério da Saúde indiano, um aumento em relação à véspera, com mais nove mil infeções e mais 377 mortos.

O número de casos diários continua ainda assim abaixo dos 50 mil pelo 10º dia consecutivo, indicou o Ministério, em comunicado.

A Índia viveu recentemente uma devastadora segunda vaga da pandemia, que atingiu o pico em meados de maio, com mais de 400 mil novos casos por dia, mas a curva de contágio tem vindo a descer nas últimas semanas.

PUB

Entre os ministros indianos que se demitiram esta quarta-feira estão também os do Meio Ambiente, Prakash Javadekar, e da Educação, Ramesh Pokhriyal Nishank. O ministro da Tecnologia da Informação, Ravi Shankar Prasad, também apresentou a sua demissão.

Prasad tem estado numa disputa nos últimos meses com o Twitter e outras redes sociais por causa de novos regulamentos que se aplicam às redes sociais na Índia.

Os novos regulamentos forçam as redes sociais a remover e rastrear até o primeiro autor de mensagens que ameaçam a segurança do Estado, a ordem pública ou a soberania do país.

No entanto, espera-se que Prasad receba um papel importante no partido de Modi, o Bharatiya Janata (BJP), antes das eleições nos Estados.

A Índia é o segundo país do mundo com mais casos de covid-19, depois dos EUA, contabilizando atualmente mais de 30,6 milhões de infeções desde o início da pandemia, de acordo com o último balanço da Universidade norte-americana Johns Hopkins.

Com 404211 mortos, a Índia é o terceiro país com mais mortes causadas pela covid-19, a seguir aos EUA e Brasil.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG