COP26

Ministro do Tuvalu faz discurso dentro de água para alertar para o risco do país desaparecer

Ministro do Tuvalu faz discurso dentro de água para alertar para o risco do país desaparecer

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Tuvalu, Simon Kofe, gravou o seu discurso para a Cimeira do Clima dentro de água com o objetivo de alertar a comunidade internacional para o risco de o seu país desaparecer, devido ao impacto das alterações climáticas na ilha.

O Tuvalu é um dos países da Oceânia formado por várias ilhas e atóis e é também considerado como uma das primeiras nações candidatas a desaparecer devido à subida do nível da água do mar.

Por isso, de fato e gravata, mas com as calças pelos joelhos e dentro de água, Simon Kofe quis marcar uma posição no seu discurso para a COP26, que se realiza em Glasgow até 12 de novembro, e para chamar a atenção para o problema que o país enfrenta.

"Este discurso justapõe o cenário da COP26 com as situações reais enfrentadas em Tuvalu devido aos impactos das alterações climáticas e da subida do nível do mar", garantiu Kofe, citado pela "CNN". As imagens, pouco comuns, do político têm sido amplamente partilhadas nas redes sociais.

O vídeo foi filmado pela emissora pública TVBC em Fongafale, o principal ilhéu da capital Funafuti, segundo uma fonte do governo. O discurso deverá ser exibido na terça-feira, numa altura em que os líderes regionais exigem uma postura mais agressiva para limitar o impacto das alterações climáticas.

Os grandes países poluidores prometeram intensificar os cortes de carbono nas próximas décadas, com alguns a comprometerem-se com uma emissão líquida zero de carbono até 2050. Mas os líderes das ilhas do Pacífico querem uma ação imediata, uma vez que está em risco a sobrevivência da região.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG