Exclusivo

Mísseis hipersónicos: chegou a arma do futuro

Mísseis hipersónicos: chegou a arma do futuro

Rússia e China estão na dianteira no desenvolvimento de armamento que pode desequilibrar a geoestratégia mundial. Novo tempo de míssil será testado no último mês.

Vladimir Putin chama-lhe a "arma do futuro". Foi testada pela Rússia em 2019 e continua a evoluir. A China também já tem mísseis hipersónicos, embora tenha desmentido o último teste com carga nuclear. Os Estados Unidos correm atrás, desconfiados de Pyongyang e preocupados com o avanço do antigo e do novo rival mundial.

No final de setembro, a Coreia do Norte anunciou ter testado um míssil hipersónico, um que se desloca a baixa altitude, pode ser manobrado e viaja ao dobro da velocidade dos mísseis balísticos intercontinentais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG