Mundo

Modelo de helicóptero acidentado em Glasgow foi retirado temporariamente

Modelo de helicóptero acidentado em Glasgow foi retirado temporariamente

A companhia que aluga o mesmo modelo de helicóptero Eurocopter EC-135, que caiu em Glasgow, Escócia, retirou toda a frota temporariamente no ano passado, por dúvidas sobre a segurança do aparelho, escreve, este sábado, o diário Guardian.

De acordo com o jornal britânico, documentos do serviço escocês de ambulâncias, que partilha com a polícia a utilização do aparelho, dão conta de que a empresa Bond Air Services foi informada, em abril de 2012, de uma fissura nas bordas do rotor do EC-135, detetada durante uma inspeção periódica.

Após a descoberta do defeito, a companhia notificou o fabricante (Eurocopter) e o serviço de ambulâncias, tendo a peça sido substituída por se considerar que se tratava, segundo o Guardian, de um "caso isolado".

Inspeções em toda a frota permitiram detetar defeitos semelhantes noutros aparelhos, o que levou a Bond Air Services a retirar de serviço os helicópteros do mesmo tipo como medida de precaução.

As informações internas reveladas pelo Guardian demonstram que, apesar do serviço ter sido retomado em maio de 2012, com um regime de inspeções mais frequente, a Bond Air Service "continua preocupada, porque a Eurocpter ainda não conseguiu identificar a causa do defeito".

A polícia da Escócia disse, este sábado, que já iniciou uma investigação sobre as causas do acidente que levaram à queda do aparelho dos serviços de polícia que caiu sobre um bar em Glasgow e que fez oito mortos e 32 feridos, 14 dos quais considerados graves.