Alemanha

Moedas de ouro celtas avaliadas em milhões foram roubadas de museu

Moedas de ouro celtas avaliadas em milhões foram roubadas de museu

Um grupo de assaltantes levou um tesouro, avaliado em milhões de euros, de um museu no sul da Alemanha, na terça-feira. O grupo entrou no Museu Celta e Romano, durante a noite, e roubou uma coleção de 450 moedas de ouro celtas.

Os funcionários do Museu Celta e Romano da localidade de Manching, na região da Baviera (sul), descobriram que a "vitrina estava partida" e que todas as moedas de ouro tinham sido "completamente roubadas", disse a polícia local à agência de notícias AFP.

A coleção de mais de 450 moedas foi a maior descoberta de ouro celta do século XX. As moedas podem ser datadas de "cerca de 100 anos antes de Cristo" e valem "vários milhões de euros", segundo a polícia.

PUB

Embora não haja detalhes sobre as circunstâncias do roubo, as autoridades locais informaram que houve uma interrupção nos serviços de rede telefónicas e de internet nos arredores de Manching.

"Eles cortaram toda Manching", disse o o porta-voz do departamento da Polícia Crminal do Estado da Baviera, Herbert Nerb, ao jornal diário "Sueddeutsche Zeitung". Acrescentou que o museu é um "local de alta segurança. Mas todas as conexões com a polícia foram cortadas".

O desaparecimento do tesouro é "uma catástrofe e uma expressão de energia criminosa" e que todos os autores do roubo danificam a cultura do país, lamentou o ministro da Ciência e Artes da Baviera, Markus Blume.

O roubo de moedas é o mais recente de uma série de assaltos a museus de alto nível na Alemanha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG