Inglaterra

Morreu mulher exposta a agente nervoso Novichok

Morreu mulher exposta a agente nervoso Novichok

A mulher internada desde o início da última semana, depois de ter sido exposta ao agente nervoso Novichok, em Amesbury, Inglaterra, morreu no hospital este domingo à tarde, revelou a polícia britânica, que abriu uma investigação por homicídio.

A mulher identificada como Dawn Sturgess, de 44 anos, foi internada em simultâneo com um homem de 45 anos, Charlie Rowley, também ele exposto à substância que, em março, foi usada para envenenar o antigo espião russo Sergei Skripal. Rowley encontra-se em estado crítico, revela o jornal britânico "The Guardian". Este casal é natural de Amesbury, que fica a 13 quilómetros de Salisbury, onde os Skripal foram envenenados.

Segundo Neil Basu, líder da Unidade de Contraterrorismo, Dawn tinha três filhos menores.

Outros Artigos Recomendados