Crimeia

Moscovo acusa Kiev de atacar sede da frota russa no Mar Negro. Ucrânia nega

Moscovo acusa Kiev de atacar sede da frota russa no Mar Negro. Ucrânia nega

A Rússia acusou, este domingo, a Ucrânia de ter usado um drone para bombardear a sede da frota russa no porto de Sebastopol, na Crimeia, ferindo seis pessoas. As autoridades ucranianas já negaram a autoria do ataque.

Citado pela agência russa TASS, o governador de Sebastopol, Mikhail Razvozhaev, informou que da explosão resultaram seis feridos. "Não houve mortes, seis pessoas ficaram feridas, duas delas moderadamente. As restantes estão estáveis", referiu.

O incidente levou a Rússia a cancelar as comemorações do Dia da Marinha naquele território ocupado da Ucrânia.

PUB

O porta-voz da administração da região do sul da Ucrânia, Sergiy Bratchuk, rejeitou a acusação, garantindo tratar-se de uma "provocação" russa. "A libertação da Crimeia será realizada de outra maneira e com muito mais eficácia", referiu, citado pela AFP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG