Motins

Motins em Londres resultaram em 29 feridos e 42 detidos

Motins em Londres resultaram em 29 feridos e 42 detidos

Pelo menos 42 pessoas foram detidas na sequência dos distúrbios registados na noite de sábado em Tottenham, no norte de Londres, onde vários veículos e edifícios foram incendiados e lojas saqueadas.

O comandante da Polícia Metropolitana Adrian Hanstock actualizou este domingo o balanço dos confrontos entre populares e polícias, dando conta de 26 polícias feridos, dois dos quais continuam no hospital.

Pelo menos três civis tiveram de receber assistência médica, adiantou, e 43 pessoas foram detidas.

Este responsável rejeitou críticas feitas à falta de meios policiais, alegando que a "violência desta dimensão não podia ter sido antecipada".

Mas o deputado eleito pela região, David Lammy, questionou este domingo se "pequenos distúrbios iniciais podia ter sido parados mais rapidamente".

O político lamentou que a violência se tenha prolongado "durante muitas horas" até ser visto o policiamento que considerou "ser apropriado".

O governo já condenou o sucedido, que o primeiro-ministro, David Cameron, considerou "absolutamente inaceitável".

"Não há justificação para a agressão que a polícia e a população enfrentaram e os estragos a propriedades", afirmou num comunicado.

No local estão dezenas de elementos de forças de segurança, bem como bombeiros, que continuam a tentar eliminar os incêndios da noite anterior.

Os confrontos aconteceram após uma uma manifestação a propósito da morte de um residente local, Mark Duggan, na quinta-feira durante uma operação policial.

Duggan morreu no táxi onde seguia na sequência de uma troca de tiros quando um polícia tentou fazer uma detenção relacionada com crime violento mas não são conhecidos os pormenores do incidente.

A manifestação, inicialmente pacífica, acabou no arremesso de objectos a polícias e à esquadra local, tendo dois veículos policiais sido incendiados.

Uma multidão de mais de uma centena de pessoas atacou então lojas, partindo vitrinas, saqueando o interior e incendiando algumas destes estabelecimentos comerciais.

Esta manhã era possível ver o fumo a sair de alguns edifícios, dos quais algumas pessoas tiveram de abandonar as habitações para fugir às chamas das lojas no piso térreo.

Distúrbios foram também registados em bairros adjacentes, nomeadamente pilhagens em Wood Green.

A zona dos confrontos foi entretanto fechada pela polícia, que está a investigar os acontecimentos.

Tottenham, no norte de Londres, é um bairro pobre com muitas comunidades étnicas, sendo frequentemente identificado com criminalidade e tensões sociais.

Em 1985, um polícia morreu durante motins resultantes da indignação popular após a morte de uma mulher durante umas buscas policiais.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG