O Jogo ao Vivo

Angola

MPLA assegura vitória por maioria qualificada e UNITA contesta

MPLA assegura vitória por maioria qualificada e UNITA contesta

O MPLA anunciou que, com cinco milhões de votos escrutinados, tem a "maioria qualificada assegurada" e a eleição de João Lourenço para Presidente da República.

Os resultados oficiais, que vão ser anunciados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) angolana, ainda não foram divulgados.

A informação foi transmitida esta quinta-feira, cerca das 11.50 horas, na sede nacional do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), em Luanda, pelo secretário do gabinete para as questões políticas e eleitorais, João Martins, em declarações aos jornalistas.

"Temos vindo a fazer a compilação dos dados que os nossos delegados de lista nos têm remetido, das atas síntese que obtiveram das assembleias de voto a nível de todo o país. E, numa altura em que temos escrutinado acima de cinco milhões de eleitores, o MPLA pode garantir que tem a maioria qualificada assegurada", disse.

"Por isso, é com tranquilidade que podemos assegurar que o futuro Presidente da República será o camarada João Manuel Gonçalves Lourenço e o futuro vice-Presidente da República será o camarada Bornito de Sousa Baltazar Diogo", disse o mesmo responsável do partido.

UNITA contesta resultados

O vice-presidente da UNITA, Raúl Danda, contestou, horas depois, o anúncio de vitória do MPLA, exortando a Comissão Nacional Eleitoral "a ter a coragem de divulgar os resultados provisórios reais" que vão chegando aos partidos.

PUB

"Não sei de onde é que o MPLA está a tirar este resultado (...) O resultado que nos está a chegar das mesas e das atas-síntese das assembleias de voto, que devem estar afixadas, contradizem completamente isso", sublinhou Danda, acrescentando que "a Cidade Alta (Presidência da República) proibiu a CNE de divulgar os resultados".

"Não é só o MPLA que está a fazer contagem. A UNITA também se preparou para fazer contagem e estamos a fazê-lo com base nas atas, nas contagens feitas nas assembleias de voto", salientou.

De acordo com essa contagem, que ainda aguarda resultados de províncias afetas à UNITA, o MPLA conta com 47,60%, seguido da UNITA com 40,20%, a coligação CASA-CE conta com 9,15%, o PRS 1,55%, a FNLA com 1,10% e a APN com 0,40%.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG