EUA

Cirurgião amador castrou homem que conheceu em site de eunucos

Cirurgião amador castrou homem que conheceu em site de eunucos

Um cirurgião amador de 74 anos foi detido, domingo, depois de ter realizado uma castração a um homem na sua casa, em Sebring, Florida. A operação correu mal e as autoridades foram chamadas ao local porque o paciente sofreu uma hemorragia grave.

Num comunicado que surpreende pelos trocadilhos e piadas relacionadas com testículos, o Departamento do Xerife de Highlands County, na Florida, EUA, relata uma chamada de emergência "que vai ficar na memória".

Na noite do último domingo, os agentes responderam a um pedido de ajuda que se revelou pouco habitual. Ao chegarem à morada de onde tinha sido feito o telefonema, os agentes foram recebidos por Gary Van Ryswyk, de 74 anos, que contou ter realizado uma castração a um homem que conheceu num site na "dark web", dedicado a pessoas com um fetiche por eunucos, mas o procedimento correu mal.

Na casa, a polícia encontrou um homem deitado na cama com uma grave hemorragia, ao lado de um recipiente onde estavam os testículos do paciente. A vítima foi levada para o hospital local e depois helitransportada para um centro médico regional, onde se encontra estável.

Segundo o relato da informação prestada pelo xerife, o quarto estava equipado de forma semelhante a uma sala de operações e tinha uma câmara para gravar o procedimento. Van Ryswyk disse ter experiência a realizar castrações em animais e que, há alguns anos, tinha realizado uma operação semelhante num homem, mas que, na altura, também tinha corrido mal. Afirmou também ter removido um dos seus testículos.

O médico amador foi detido e acusado de praticar medicina sem licença, causando ferimentos graves, e encontra-se preso. Poderá ser libertado sob o pagamento de 250 mil dólares (cerca de 225 mil euros).