Mundo

Construir o próprio caixão para poupar no enterro

Construir o próprio caixão para poupar no enterro

Em tempo de crise a palavra de ordem é, ou deveria ser, poupar. Poucos se lembrariam, porém, de encarar a poupança como Randy Schnobrich. O carpinteiro do Minnesota, EUA, está a ensinar os conterrâneos a construir o próprio caixão para pouparem no enterro.

A ideia é simples: a troco de 700 dólares (pouco mais de 500 euros) os interessados podem inscrever-se num curso de três dias durante o qual aprendem a construir um caixão que, no final, poderão levar para casa. A ideia pode parecer mórbida, mas há argumentos para sustentar esta bizarra iniciativa. É que o caixão não permanecerá inútil até ao dia da partida. A sua estrutura permite usá-lo ao alto, com estantes no seu interior, como se de uma simples prateleira ou estante se tratasse.

Por outro lado, pode ler-se no site de Schnobrich, sendo certo que todos morreremos mais cedo ou mais tarde, o melhor é "juntar-se a um número crescente de pessoas de mente independente que procuram uma alternativa aos actuais preparativos para o funeral".

Se os argumentos esgrimidos até aqui não foram suficientes para atrair os potenciais clientes saiba, então, que "duas pessoas podem trabalhar juntas" neste curso de construção do próprio caixão. Um "projecto memorável", refere ainda a página de Randy Schnobrich na internet.

Outras Notícias