Insólito

E se ao seu lado no avião se sentasse um cavalo? Aconteceu nos EUA

E se ao seu lado no avião se sentasse um cavalo? Aconteceu nos EUA

Chama-se Flirty e é um pequeno cavalo de assistência que se juntou à dona durante um voo da American Airlines, que partiu do aeroporto internacional de Chicago na semana passada.

Abrea Hensley não quis deixar o seu companheiro para trás e resolveu comprar um bilhete para Flirty, que teve direito a viajar pela primeira vez num avião. O cavalo chamou a atenção dos passageiros, que ficaram surpreendidos ao ver um animal daquele tamanho na fila do check-in e, depois, num lugar do avião.

"Havia um pequeno cavalo na fila hoje [passada quarta-feira] no aeroporto e estou curiosa", escreveu a passageira Amberley Babbage no Twitter, com uma foto de Flirty ao lado de Abrea no balcão do check-in.

Mais tarde, a dona do cavalo publicou no Instagram "flirty.the.mini.service.horse", as fotos que tirou durante o voo, incluindo uma de Flirty com um grupo de tripulantes de bordo. "Foram fantásticos, gentis e muito animados por ver Flirty no avião! Até os pilotos tiveram que sair para dizer 'olá'".

Abrea Hensley, de Bellevue, no estado de Nebraska, EUA, disse à emissora de notícias local KMTV 3, em fevereiro, que a maioria das empresas na cidade natal dá as boas-vindas ao Flirty, que a acompanha ao cinema, às compras e até a consultas médicas.

Flirty, que tem uma página popular no Instagram e uma conta no Twitter, é descrito pela dona como um "cavalo de assistência psicológica e de mobilidade" e, de acordo com a American Airlines, é de facto um animal de serviço treinado. Abrea sofre de várias doenças, incluindo depressão, transtornos de ansiedade, pânico e stress pós-traumático.

No entanto, nem sempre o Flirty é bem recebido. Abrea disse à KMTV 3 que já foi expulsa de lojas duas vezes e que foi "tratada muito mal" pelos gerentes. Acrescentou ainda que está a preparar ações legais contra os estabelecimentos.

Além de cães, os cavalos de porte pequeno que são "treinados individualmente para trabalhar ou executar tarefas para pessoas com deficiência" são os únicos animais de assistência que o Departamento de Justiça considera protegidos pela Lei dos Americanos com Deficiência. Assim como com qualquer outro animal de assistência, as empresas de atendimento ao público devem permitir que Flirty acompanhe a dona.

Um porta-voz da American Airlines disse durante o programa de televisão Today Show que estava feliz por ter o Flirty a bordo. "Reconhecemos o importante papel que cães de assistência treinados, gatos e cavalos de porte pequeno podem desempenhar na vida de pessoas com deficiência".

Abrea revelou no Twitter que embora o voo com Flirty tenha corrido bem, tentará fazer as viagens de carro porque é mais cómodo para o cavalo e para os outros passageiros.